Igreja de São Jorge

Praça da Glória, 04 – Parque Chuno – Jardim Primavera 

Duque de Caxias – RJ. CEP 25.222-330

Tel. (21) 2778-8285 www.igrejadesaojorge.com.br

 

FIÉIS RECORREM AO SANTO GUERREIRO CONTRA DESEMPREGO, CRISE FINANCEIRA E VIOLÊNCIA.

 

            Devotos de São Jorge vão a Igreja nessa quinta-feira, dia 23 de abril, pedir proteção ao Santo Guerreiro e favores especiais. Recorrem à fé para serem protegidos contra o desemprego, crise financeira, violência, olho grande, inveja, problemas judiciais, familiares e outros que assolam o país.

            Esse ano a Paróquia apresenta aos fiéis a imagem do padroeiro totalmente restaurada. Durante meses os devotos ficaram ansiosos para rever a imagem histórica que fica no altar principal e já na primeira missa, os devotos presentes poderão ver o trabalho de restauração.

            A Igreja de São Jorge de Duque de Caxias, fica na rua Marapanin, s/n – Parque Chuno – Jardim Primavera – Duque de Caxias-RJ. Partindo do centro do município, os visitantes poderão pegar o trem, os ônibus: Caxias X Parque Chuno e/ou Caxias X Parque João Pessoa e saltar próximo a Igreja. As Missas serão celebradas às 05, 09, 12, 16 e 19 horas. Destaque para as missas das 05 horas com a abertura dos festejos e alvorada, das 16 horas com a bênção da Espada Preciosa de São Jorge e a chegada da procissão dos cavaleiros e amazonas de São Jorge e às 19 horas, a missa de encerramento, procissão luminosa com a imagem do Padroeiro e na chegada a Igreja, Bênção da Capa de Proteção de São Jorge.

            Natural da Capadócia, atual Turquia, Jorge morreu durante a perseguição do Imperador Diocleciano, no ano 303. De família nobre, Jorge era centurião romano e homem de confiança do Imperador. Quando este declarou guerra à religião cristã, Jorge renunciou à carreira e censurou a perseguição aos cristãos. Essa franqueza custou-lhe caro. Encarcerado, foi submetido a diversas torturas. A cada vitória sobre tais torturas, Jorge conseguia converter mais soldados. O imperador, contrariado, chamou um mago para acabar com a força de Jorge. Ele tomou duas poções feitas pelo mago e mesmo assim manteve-se firme e vivo. Com isso conseguiu converter o feiticeiro e a esposa do soberano. Diocleciano mandou então, degolar Jorge no dia 23 de abril do ano 303.

            A partir daí, muitos creram no evangelho, por causa do testemunho de fé de Jorge, conhecido como Jorge da Capadócia. O povo o aclamou santo. São Jorge, o Santo Guerreiro.

            São Jorge é um santo que goza de muita veneração tanto no oriente como no ocidente. Em Constantinopla, atual Stambul, existem vários templos dedicados a ele. Um deles mandado construir pelo imperador Constantino. A província da Geórgia tem o seu nome em honra do Glorioso Mártir.

            As cruzadas trouxeram enorme entusiasmo pelo culto de São Jorge. A cidade de Gênova o escolheu como padroeiro, a região da Catalunha-Espanha também. O Concílio Nacional de Oxford, 1222, ordenou a celebração solene da festa de São Jorge em todas as ilhas britânicas e São Jorge é o padroeiro da Inglaterra como também da Grécia.

            O auxílio prestado pelo duque de Lencastre, filho de Eduardo III da Inglaterra, ao rei Fernando de Portugal, na luta contra Castela, trouxe da Inglaterra o fervor da devoção a São Jorge.

            A tradição da festa de São Jorge chegou ao Brasil trazida pelos portugueses. No Rio de Janeiro, a figura de São Jorge, montado num cavalo branco, cercado de aparato militar, era o maior centro de interesse da população. Na iconografia, São Jorge é representado como um cavaleiro vestido com armadura de metal, montado em um cavalo branco combatendo um dragão, símbolo do mal. Segundo a tradição, o bravo militar matou o dragão que assolava a vila Selena, na Líbia, salvando a filha do rei e todos os habitantes de tal vila.

            Vários artistas brasileiros são devotos de São Jorge. Zeca Pagodinho, Jorge Benjor, Maria Bethânia, Seu Jorge, Caetano Veloso, Giovanna Antonelli, o diretor Jorge Fernando e tantos outros. São Jorge é padroeiro de times de futebol como o Corinthians e o Botafogo e de escolas de Samba como Império Serrano, Beija Flor de Nilópolis, Salgueiro e Rosas de Ouro, essa em São Paulo.

            Para os devotos, São Jorge é invocado como defensor das almas, contra o demônio, tentações, feitiços, vícios, proteção pessoal e familiar, contra assaltos, roubos, furtos, desemprego e mais recentemente contra os efeitos da crise econômica. É comum nas suas festas, procissões de cavaleiros, carroceiros, charretes e motociclistas. Na religião afro-brasileira é conhecido como Oxossi, Ode e Ogum.

            Na Igreja de São Jorge de Jardim Primavera-Duque de Caxias-RJ, na primeira segunda-feira de cada mês, às 19:30 horas e no terceiro domingo, às 08 horas, os devotos se reúnem para celebrar sua fé e renovar seus votos de proteção, bênçãos e graças. Muitos são os testemunhos de fé colhidos nesses dias na Igreja dedicada ao Santo Guerreiro.

 

 

Duque de Caxias, 09 de abril de 2.015.

 

Padre Atanael Silva, pároco.

Igreja de São Jorge
Praça da Glória, 04 – Parque Chuno – Jardim Primavera
CEP 25.222-330 – Duque de Caxias – RJ.
Tel. (0xx21) 2778-8285 - e-mail: pe.atanael@uol.com.br